O Despertar de um sonho

O Despertar de um sonho

DESPERTARAM

domingo, 12 de fevereiro de 2012

Meu passado

"Quando olho para o meu passado, encontro uma mulher bem parecida comigo - por acaso, eu mesma - porém essa mulher sabia menos, conhecia menos lugares, menos emoções."
(Martha Medeiros)


Acho um verdadeiro absurdo quando ouço algumas pessoas dizerem para esquecer o passado. Essa história de o que passou passou para mim não funciona. E mais, acredito que a grande  maioria que faz uso dessas frases é para tentar se livrar dele ( o próprio passado) .
Seria muito mais simples olhar para atras e se orgulhar do que se foi e de que se é hoje, da evolução natural da vida, do espirito e do ser. Viver intensamente é isso: é aceitar e vivenciar todas as mudanças que ocorrem em nossa volta, é viver de forma saudavel é de certo modo gerar expectativa e grande quantidade de saudade. O esquecimento so é bem visto a aqueles que tiveram medo de viver ou para aqueles que passaram por um caminho sem nada produzir.
Quem planta bons frutos no seu presente, não tem motivos para temer a colheita do futuro nem tão pouco tentar oculta-la.




6 comentários:

Cáah Lima disse...

A frase inicial aprece que foi feita pra mim. Belíssimo texto!
http://oicarolina.wordpress.com/

Lili disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Aline Diedrich disse...

Verdadeira essa frase da Martha Medeiros... Bacana o post.

Elias Akhenaton disse...

Olá!

Visitei, adorei e amei tudo aqui.
Um verdadeiro encanto.

Estou te seguindo.

Parabéns pelo blog!

Bjinho!

Mauro Gutembergue disse...

Meu caro,

concordo com você, não há presente nem futuro sem passado.
Acredito que a pessoas criam mecanismos para apagar do passado aquilo que as incomodam, por isso dizem não querer saber dele etc....

http://aieporreta.blogspot.com/

___________________________________
https://www.facebook.com/pages/A%C3%AD-%C3%A9-Porreta/133899440020772

Cardoso Carlos disse...

Passado... passado que nao volta, passado que nao muda, passado que nao perdoa, passado que nao se esquece. Passado um outrora intocavel, do qual apenas restam recordaçoes, experiencias vividas. Passado esse que nos construiu que nos fez ser o que somos hoje.
Mas e apenas passado