O Despertar de um sonho

O Despertar de um sonho

DESPERTARAM

terça-feira, 6 de setembro de 2011

Nossos contrários

" Quando a serenidade se vai, o desespero toma conta. Quando a paciência deixa de existir, a ira se torna conselheira. Quando o amor não resiste, o ódio se instala, seca a alma. Quando a gentileza não aparece, as disputas se fortalecem. Quando todos querem ter razão, a guerra é a única saída. Quando a preguiça é mais forte, o trabalho se perde. Quando a boca se abre para reclamar, deixamos de fazer o que deve ser feito. Contrários que convivem em nós, somos da paz, mas brigamos por nada, somos da justiça, e enforcamos alguns deveres, somos da fraternidade do amor, e por vezes desprezamos nossos semelhantes, somos luz, e muitas vezes andamos nas trevas. Queremos tanto a felicidade, que as vezes causamos a infelicidade de outros. Sonhamos com o relacionamento perfeito, e brigamos por quase nada... Nossos contrários nos aproximam do que precisamos transformar, é o nosso espelho da alma mostrando o que precisamos melhorar. Infelizmente, nosso orgulho às vezes nos cega, e o que pensamos ser uma qualidade, é o nosso maior defeito, é o que nos impede de caminhar, de prosperar e de conquistar. Não tenha medo de mudar! Comece pelo mais simples; sorria mais, aborreça-se menos, contente-se com o que lhe chega ás mãos, agradeça mais. Não leve nem a vida, nem as pessoas tão a sério, apenas faça bem feito, para ter a consciência tranquila de ter dado o seu melhor. "O mundo é sementeira; colhe-se aqui o que foi plantado. Que semente você tem espalhado pelo chão da sua vida?"

( Paulo Roberto Gaefke)





Independente das sementes plantadas acredito que as tristezas e dores em sua grande maioria são fatos isolados que independem da nossa semeadura. São as pedras que existem no caminho dos que trilham a caminhada da vida e disso ninguém pode se desviar, elas sempre estarão lá, fazem parte do trajeto. Porém, devemos estar cientes dos nossos atos, atitudes e decisões ...uma mente tranquila fala por si só sobre todas as sementes plantadas!
Agora pergunte para você mesmo: Como anda a sua vida? Acha que tem dado o melhor de si por sua plantação? Não!? A hora de semear é agora...a colheita é logo em frente...
Lembre-se o livre arbitrio existe: A semeadura é livre , mas a colheita é obrigatória.

10 comentários:

kbritovb disse...

interessante

Aline Diedrich disse...

Tem toda razão!!! É preciso saber escolher as sementes...

bia santos disse...

Está quase na hora da minha colheita...

Vou colher exatamente tudo o que eu plantei com suor e dificuldade...

Adriana disse...

Temos sempre que plantar o bem!

Beijos!!

Lucas Adonai disse...

Muito bom ;D

PerpLife - PerLusion disse...

Cada um colhe o que planta, mas cada um tem seu terreno. Muitos escolhem bem as sementes, mas o terreno não dá condições para germinarem. Escolhas de caminhos são muito complicadas.
Abraço

Luiza Fernandes disse...

Interessante e muito bom o seu blog!
Seguindo!

Se puder passar no meu!
http://meumoinhodeversos.blogspot.com/

§Anjo§ disse...

Oi Karina! Esse texto veio na hora perfeita! Quanto mais busco estar no caminho certo, mais descubro que permito que pequenas coisas me afastem! Não estou plantando nada, acho que no momento só estou de passagem, dessa maneira como vou colher algo amanhã!? Difícil!
Obrigado pelo texto maravilhoso!
Tem selo especial pra você lá no meu cantinho, passa lá pra pegar! Muitos beijinhos pra ti. Bye, bye! Carinhosamente
Anita do diarios-do-anjo.blogspot.com

Fernanda Duarte disse...

Está mais que certo: se não evoluímos, automaticamente involuímos. Não ficamos neutros, parados. Nossa ausência de determinada qualidade é preenchida pelo defeito oposto, sem choro nem vela. Cuidemos nós para não deixar esses "buraquinhos" por onde vazam (para dentro) as porcarias do mundo. Beijos e sucesso no blog!

Lucyano Jorge disse...

Texto perfeito, obrigado por compartilha-lo.

Abraço
Lucyano

http://cinemaparceirodaeducacao.blogspot.com/