O Despertar de um sonho

O Despertar de um sonho

DESPERTARAM

quarta-feira, 2 de novembro de 2011

Quem são os loucos?

" Porque para mim, pessoas mesmo são os loucos, os que estão loucos para viver, loucos para falar, loucos para serem salvos, desejosos de tudo ao mesmo tempo, aqueles que nunca bocejam, e jamais dizem uma coisa corriqueira, mas queimam, queimam, queimam como fabulosos fogos de  artifício explodindo como constelações em cujo centro fervilhante pode-se ver um brilho azul intenso...” 
( Jack Kerouac)

  


 Acho que em determinadas situações, todos já ouviram essas expressões: "cada louco com sua mania", ou "de médico e de louco todo mundo tem um pouco". Pois é,  a verdade é que o mundo inteiro esta cheio de gente maluca inventando e reinventando a vida. Ao ler o trecho acima de Jack Kerouac, fiquei pensando na parcela de loucura que cada um de nos temos... e ao ouvir a música do Raulzito não tive dúvidas sobre a minha percepção.
Para muitas pessoas a loucura e o ser louco possa soar apenas como pessoas desprovidas de saúde mental...mas se olharmos mais adiante iremos perceber que no mundo existem diferentes graus de loucura, lógico que muitos estão em um grau de loucura muito avançado e vivem perturbados, esses são habitualmente chamados de doentes. O fato é que, existem muitos outros que estão soltos por ai, se esforçando para serem sujeitos normais.   
           Para mim louco é aquele que se incomoda, que reclama, inflama, se tortura, que vive tentando enlouquecer a todos os outros loucos que estão em sua volta; é quem escreve achando que suas palavras tem total razão; é quem acha que leva uma vida normal; quem não tem imaginação suficiente para dar continuidade a vida, quem mata e se mata; quem quer ter liberdade e a perde por exagerar na dose dos vícios...
         Louco é aquele que tem medo da morte e esquece de viver o melhor da vida; é quem não consegue ser feliz com tudo o que  tem; é quem não corre atrás, não busca novos desafios, é quem se contenta com o pouco mesmo que esse pouco seja o nada; é quem não mostra a cara, é quem vive atrás de máscaras; quem finge ser feliz; quem se preocupa com a vida de terceiros; quem vive de fantasias e de um mundo imaginário; quem acorda todo dia, para a mesma vida, a mesma rotina, os mesmos sonhos, e até o mesmo, o mesmo desabor. 
           Louco é quem finge ser o que não é; é quem só consegue enxergar o seu próprio umbigo; quem aceita tudo; quem nunca perde a linha, ou quem a perde sempre; louco é quem acha que é normal, que é igual, ou que pode ser diferente; é quem acredita que pode ser melhor, ou acredita ser sempre o pior;  é quem vive da mentira, da mediocridade, da solidão ou da multidão sempre;  é quem vive no vazio, é quem para no caminho.
           Louco é quem para a vida para cultuar a morte;  é quem cai e não levanta; não sonha por medo de desilusão; quem tem medo da noite e do clarear do dia; quem não é solidário; quem vive da miséria; quem se faz de rico; quem se vê sem medo dos venenos; quem vive sem sonhos, sem emoções, sem beijos e abraços, quem passa pela vida feito folha caída, quem tem medo do insondável, quem pensa demais no futuro (que na verdade nem se sabe se vai chegar). 
            Loucura é viver só de lembranças, é esquecer o hoje; é perder as oportunidades; é não ter simplicidade; é não amar e não deixar ser amado; é se tornar amargo diante das circunstâncias adversas da vida, é desistir do sucesso; é aceitar o fracasso; é permitir se deter no primeiro obstáculo, é não seguir com a vida em frente; é não ter vontade de encontrar beleza em jardins, em amores, em amizades...é quem não perdoa e não aceita ser perdoado...
           Esperar que todos nos consigamos controlar a nossa  maluques seria loucura, então o melhor é acreditar que a maioria de nos só iremos cometer as boas loucuras, e que sempre iremos encontrar grandes loucos o suficiente de nos impedir de cometermos as grandes insanidades.
E como Raul Seixas dizia: " vou ficar, ficar com certeza Maluco beleza..."

18 comentários:

Nero disse...

Bom texto, mas tenho uma opinião diferente a respeito. Pra mim louco é querer uma realidade diferente da em que se está. Cada dia que passa eu agradeço mais e mais por ser louco. Não ser normal. Ter capacidade de raciocínio. Querer mudar o mundo... Bem aventurados são os loucos. E somos poucos.

http://oblogdonero.blogspot.com/

palavras ao vento disse...

nesse mundo que estamos vivendo...temo que ser um pouco de louco...se não não conseguiremos viver....muito bom a postagem...

Karina Alme Legnani disse...

Nero, creio que você não conseguiu entender exatamente o que eu quis dizer no texto; pois exprime exatamente a mesma coisa que você disse...somos todos diferentes, ninguem é igual ninguem, e todos são loucos,uns por tentar e outros por deixar de tentar, a realidade é essa...tudo trata-se de interpretação.

Mari Fagundes disse...

Loucos são os que não se permitem viver]...

Aline Diedrich disse...

Muito boa sua crônica!

O que vem na minha mente... disse...

É, cada um tem um louco interior e segundo o seu texto, louco são aqueles que principalmente tão vasão aos seus medo e esquecem de viver. Concordo, mas acredito que todo louco tenha um lado bom,loucuras boas que apesar de perecerem loucuras são necessárias...
Abraço

http://www.oquevem-naminhamente.blogspot.com/

Lucas Adonai disse...

Muito bom!

www.superconectadas.com disse...

Muito bom seu texto,gostei bastante do blog, seguindo já!
Depois visita o meu tbm, tá rolando um sorteio lá!
www.superconectadas.com

Mia disse...

Todos somos um pouco loucos - e isso é uma verdade incontestável. Mas para mim uma das maiores loucuras que existe é tentar ser "normal", porque ninguém é assim. Ninguém tem uma vida de comercial de margarina, ou acorda com o cabelo perfeito e maquiagem feita. Ninguém. Todos somos loucos aqui. Resta-nos aprender a transformar essa loucura em algo belo, algo excelente.
Amei seu texto, concordo com o que você escreveu, totalmente.
Bjo.

http://miasodre.blogspot.com/

Paloma Piragibe - PP; doisP; doisps disse...

QUE LEGAL... ADORO RAUL! E ACABEI DE COLOCAR NO MEU BLOG UM POST SOBRE O DOCUMENTÁRIO SOBRE RAUL, DO GRANDE WALTER CARVALHO (8 DE DEZEMBRO NOS CINEMAS)... VALE A PENA!
A LOUCURA É UMA NECESSIDADE...

Cris Marcelino disse...

Realmente,de louco,todos temos um pouco.
Ótimo texto,gostei muito;)

Samira Machado disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Cicero Edinaldo disse...

se for pra ser feliz eu quero ser louco! faço tudo por minha felicidade. não estou nessa vida apenas como um coadjuvante, quero ser protagonista da minha história, nem que para isso eu precise ser chamado de louco.
---
blogestarcomvoce.blogspot.com
O garoto da capa azul - parte 3

Lucas Adonai disse...

Texto muito legal :D

Samira Machado disse...

Muito bom o texto :)

Lívia Neves disse...

Já dizia um antigo ditado: de médico e louco todo mundo tem um pouco. Acho que sou um pouco louca, segundo sua definição e gosto de ser assim. Belo texto, parabéns.

Natália disse...

Eu me acho meio doidinha de um jeito insana. Sempre digo que o mundo pertence às pessoas que se arriscam, que somo nós, os inconsequentes :)) senguindo aqui, vice?

Aline Diedrich disse...

E que cada um saiba viver a sua loucura.